terça-feira, janeiro 30, 2007

A ambígua posição oficial do PSD






Num referendo nacional, os Órgãos de Soberania Nacional convidam os eleitores a decidir sobre uma pergunta, já conhecida, que será feita aos portugueses e respondida no dia 11 de Fevereiro. Neste caso, em referendo, não são apenas os políticos que decidem mas sim todos os portugueses recenseados. É um acto de verdadera democracia directa. Todavia, pelo facto de a pergunta ser colocada aos cidadãos eleitores não impede que os partidos tenham as suas posições oficiais, que usem tempos de antena e apliquem fundos (pagos por todos nós contribuintes) de forma a informar os portugueses sobre o que está em causa no dia 11 de Fevereiro, para que votem com informação e em consciência. É certo e sabido que a campanha para tal acto se inicia hoje mas, sabendo de antemão que o PSD não tem posição oficial neste referendo deixará todos o seu eleitorado habitual ao seu próprio critério. O Partido Social Democrata oficialmente não toma posição, cada um que pense por sim, cada um em consciência que decida, nesta matéria considera-se amoral e acrítico, não interfere, mesmo sabendo que 6 Juízes Conselheiros do Tribunal Constitucional consideram tal pergunta inconstitucional e que ainda há dias o Professor de Direito Constitucional Jorge Miranda também tomou posição nesse sentido. Perante tudo isto, e aproveitando um post há tempos colocado pelo Irredutível eu pergunto: para quê gastará o PSD 500.000 Euros dos nossos impostos neste referendo quando não nos brinda com uma tomada de posição? Não toma posição mas gastará 500.00. Euros!!! É também interessante verificar que em material de propaganda política o PSD gasta zero euros, aqui há coerência perante a sua posição neutral no que toca ao referendo mas aplicará os 500.000 euros dos portugueses em quê? Rendas e alugueres-100.000 Euros, honorários e trabalhos especializados 350.000 Euros, deslocações, estadias e alimentação49.000 Euros e despesas financeiras 1.000.00 euros. Perante isto parece haver muito alimento para poucas convicções mas enquanto não explicarem o porquê e o para quê destes 500.000 Euros continuo intrigado com tal situação. "E dá Deus nozes a quem não tem dentes"!

2 Comentários:

Blogger Wuthering Heights escreveu...

Precisamos mesmo é de uma Interrupção Voluntaria do Regime.

O PS e o PSD são a mesma coisa, so muda a letra.

A posição (ou falta dela) do PSD neste caso é um claro exemplo de covardia populista.

1/30/2007 05:03:00 da tarde  
Anonymous Anónimo escreveu...

Não estamos sozinhos.
Sempre pela vida.


http://www.youtube.com/watch?v=KEuSefk_zlE&NR

1/30/2007 10:17:00 da tarde  

Enviar um comentário

<< Entrada