segunda-feira, outubro 30, 2006

O doutor da mula ruça

Da última vez que fui cortar o cabelo, e enquanto esperava pela minha vez de ser atendido na barbearia que costumo frequentar, reparei que a conversa entre o barbeiro e a criatura a quem ele tratava da pilosidade da parte superior do crâneo entrou na análise da questão do aborto.

Dizia a dita criatura, um desses doutores da mula ruça, campeões da asneira, que com frequência apanhamos neste tipo de estabelecimentos: "Qual é o problema do aborto? Ninguém é obrigado a abortar! Só aborta quem quer!"

Mais sensato, o fígaro retorquia: "Sim, sim. Mas parece-me que primeiro deveríamos explicar às pessoas o que é isso do aborto, consciencializá-las dessa realidade tal qual ela é. Depois, se ainda quiserem abortar…".

Não tendo por hábito participar em discussões de barbearia (ou café) desliguei e já não ouvi mais nada. Mas fiquei a pensar:

Qual é o problema do homicídio? Ninguém é obrigado a matar! Só mata quem quer!

Qual é o problema da violação de mulheres ou de menores? Ninguém é obrigado a violar! Só viola quem quer!

Qual é o problema do roubo? Ninguém é obrigado a roubar! Só rouba quem quer!

Qual é o problema da exploração de trabalhadores? Ninguém é obrigado a explorar! Só explora quem quer!

Qual é o problema da escravatura sexual! Ninguém é obrigado a escravizar! Só escraviza quem quer!

E finalmente, por último mas não menos importante, qual é o problema de dar uma traulitada a um doutor da mula ruça que perora numa barbearia sobre aquilo que não compreende? Ninguém é obrigado a dar! Só dá quem quer!

JSarto

6 Comentários:

Anonymous Anónimo escreveu...

Qual é o problema de ser bronco? Só é bronco quem quer.

10/30/2006 12:41:00 da tarde  
Anonymous Anónimo escreveu...

A mula do célebre doutor era ruça, por causa da cor do pêlo, mas não era russa (o Cunhal é que acumulava, era ruço e era russo).

10/30/2006 02:46:00 da tarde  
Blogger JSarto escreveu...

Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

10/30/2006 07:30:00 da tarde  
Blogger JSarto escreveu...

Caro anónimo, correcção feita!

10/30/2006 07:55:00 da tarde  
Blogger o engenheiro escreveu...

Foi pena não ter dado! e já agora no cobardolas anónimo

10/31/2006 03:46:00 da manhã  
Anonymous Anónimo escreveu...

Foi por acaso, ou incluiu a violação no chiste com alguma intenção ?

10/31/2006 03:49:00 da manhã  

Enviar um comentário

<< Entrada