sábado, outubro 28, 2006

Vamos contrariar...

Aborto: «abstenção vai ser fatal outra vez»

O cardeal patriarca de Lisboa considera, numa entrevista publicada esta quarta-feira no Diário de Notícias, que a abstenção «vai ser fatal outra vez» no referendo ao aborto devido à dificuldade de muitas pessoas em abordar esta questão.

«Os nossos estudos mostram que a maior parte dos cidadãos sente-se mal a ter de se pronunciar sobre esta questão», afirma D. José Policarpo na entrevista, que ocupa duas páginas do jornal.

Questionado pelo jornal sobre se a Igreja Católica vai fazer campanha, D. José Policarpo afirma que a «questão é fundamentalmente de consciência». «As campanhas têm uma marca partidária e servem para convencer os votantes para a justeza da escolha de um projecto político. Esta é uma questão transversal», salientou.

O cardeal adianta que, apesar de haver pessoas que têm já uma «posição completamente tomada», ainda há «uma camada da população para quem a questão é dolorosa, incómoda».

«Se a campanha for motivada no sentido de um debate esclarecedor das consciências, não teria dúvida nenhuma em dizer que entro na campanha. Se a campanha se assemelha à anterior, a uma campanha partidária, penso que aí não é o meu lugar», afirmou, desabafando: «gostaria que as pessoas não perdessem a calma».


É precisamente a esta camada populacional que a nossa campanha tem de chegar. A nossa campanha tem de chegar aqueles que ainda se intimidam a debater temas como o aborto e que ainda nao tem uma opiniao formada acerca deste tema. É necessario que façamos ver a estas pessoas os problemas e e a crueldade que envolve o aborto. Acredito vivamente que vamos conseguir mais uma vez contrariar a vontade dos senhores da assembleia da republica...

NAO A DESPENALIZAÇAO DA INTERRUPÇAO VOLUNTARIA DA GRAVIDEZ

2 Comentários:

Anonymous Anónimo escreveu...

Mas porque será que os mais altos cargos da Igreja estão cada vez mais ocupados por autênticas cavalgaduras, que podem perceber muito de teologia mas que não medem aquilo que dizem, por vezes na estúpida procura de parecerem abertos e conciliatórios? Foi PRECISAMENTE devido à abstenção que ganhámos da outra vez, por isso o pessoal que volte a abster-se, pois assim voltaremos a ganhar.

10/29/2006 01:06:00 da manhã  
Blogger Cruz escreveu...

sim...mas se a abstençao que houve no referendo passado votar no "nao" tanto melhor para nos...

10/29/2006 09:54:00 da manhã  

Enviar um comentário

<< Entrada